domingo, 21 de fevereiro de 2010

Passeios na chuva!

Começamos o dia tentando ir na Vila do Papai Noel, mas a chuva que não dava trégua não deixou. Não quisemos arriscar pagar os R$14,00 do ingresso pois na portaria fomos avisados que o parque era todo a céu aberto e que não haveria devilução do dinheiro, caso não conseguissemos completar a visita.

Seguimos para Gramado onde visitamos as lojinhas da rua principal, muitas delas com lindo artigos de decoração, o cinema onde acontece o festival de gramado e a rua coberta que fica logo em frente. Essa é o point do turistas que buscavam um lugar para fugir da chuva. Após muitas lojas de chocolate, umas sete, só neste quarteirão, almoçamos em um pequeno restaurante buffet nos misturando entre os locais que não querem pagar R$30,00 por refeição.

Como a chuva não parou e só aumentou, fomos à fábrica de Cristais de Gramado ver como são feitos os vasos de cristal que tanto me encantam. Um show ver a habilidade das pessoas soprando e moldando o vidro, uma verdadeira arte.

Voltamos para Canela parando em todos os museus que achamos pelo caminho... começamos com o Museu do Perfume, que não passa de uma sala com uma lojinha. Continuamos pelo Museu Medieval, que é outra sala, só que essa era entupida de armas de todas as nacionalidades e estilos, canivetes, facas, espadas, adagas... mal dava para andar... a verdade é que meu sobrinho adorou tirar uma foto com o machado medieval. Para ele já valeu o passeio!

Terminamos o dia com um café colonial... que eu também não recomendo. Fomos ao mais famoso dos cafés, mas não vimos nada de mais. O café da manhã da nossa pousada podia não ter toda a variedade apresentada, mas tinha muito mais sabor. Além disso o preço dos cafés colonias é bem salgadinho, R$35,00 por pessoa, mais 10%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou? Tem uma história sobre o assunto? Comente aqui: