quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Mercado Central de Santiago

O Mercado Central de Santiago, como qualquer mercado, é uma atração imperdível para quem gosta de novidades culinárias e delícias locais. O Chile é cheio de comidas diferentes das brasileiras. O clima frio dos Alpes e as águas geladas do Pacífico revelam frutas deliciosas e peixes bem diferentes dos peixes que temos por aqui.
De uma olhada em uma das bancas do mercado. Veja a Chirimoya, ela tem um suco delicioso, apesar da cara não ser tão atrativa. Por falar em sucos, você irá tomar suco de morangos frescos todos os dias, se quiser. Lá eles são muito fartos! Prove tudo que der vontade. O que também pode ser bem feio são os frutos do mar. Nem sei o nome das coisas curiosas e algumas até bizarras que vimos pelas bancas que se repetem pelos corredores. São ostras, mariscos e até uma coisa estranha que parecia uma rocha preta, mas quando cortada revelava ser vermelha e espirrava líquidos estranhos.
O que também é estranho, mas delicioso é a Centolha. Um caraguejo gigante que, diferente dos nossos, tem montes e montes de carne. São tão grandes que o garçons quebra as garrinhas para falicitar o trabalho dos clientes. Comemos a delícia em um dos restaurantes mais tradicionais do mercado, Não poderia sair de lá sem provar um deles, mas como são bem caros (cerca de R$200,00 um pequeno) e não sabíamos que gosto tinha resolvemos pedir uma porção de garrinhas para provar. Mesmo assim não foi uma pechincha, afinal estávamos num dos principais pontos turísticos de Santiago, R$35,00 por um tiragosto foi bem pago pela experiência de devorar parte de um bichão daqueles. Ah, para compensar, a garrafa de vinho chileno da melhor qualidade foi bem em conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou? Tem uma história sobre o assunto? Comente aqui: