sábado, 12 de fevereiro de 2011

Os passeios de Foz... Natureza em primeiro plano

Os passeios são muito legais e valem a viagem. O Parque nacional do Iguaçu é muito organizado e não deixa nada devendo para os parques internacionais. Tem um bilheteria organizada, loja de souvenirs, ônibus para levar os turistas para as diversas atrações e infraestrutura de receptivos com banheiros, vestiários e restaurantes. Além disso abriga um hotel de padrão internacional que deve ser um luxo só.
Se eu tinha dúvida sobre as Cataratas serem uma das 7 maravilhas do mundo, já não há mais. Saí de lá completamente encantada com a magnitude da natureza e a generosidade de Deus para com os brasileiros. Somos privilegiados de ter tanta beleza alí no nosso quintal. Tudo bem, compartilhamos com os argentinos esse pedacinho do mundo, mas é tanta água que dá para os dois.
Fizemos o Macuco Safari que é uma aventura radical e imperdível. É lindo ver as quedas tão de perto e poder experimentar a força das águas com um banho para refrescar o calor que faz em Foz. O passeio é recomendado para todas as idades, mas só para quem não tem medo de água, porque com certeza você vai se molhar. Antes de chegar na água tem ainda um passeio incrível para conhecer a fauna e a flora do parque com guias experientes que sabem tudo sobre o local.
Seguimos para o observatório das quedas que tem uma trilha onde pode se ter várias vistas das quedas e acabamos o passeio no mirante principal, subindo o elevador panorâmico que acompanha as quedas. Um dica: vale levar uma muda de roupa para que for fazer o Macuco Safari e uma capa de chuva para quem for somente no mirante. O vapor de água que se espalha pelo local é capaz de deixar qualquer um ensopado!
O segundo passeio mais procurada é a Usina de Iatipú, um exemplo de organização na recepção de visitantes. Primeiro porque você pode reservar tudo pela internet, eles tem um site exclusivo para os turístas. Segundo porque os funcionários são muito educados e sabem muito sobre a história do local. Você pode optar por vários tipos de passeio e conhecer um pouco da história da usina e por consequencia do Brasil. Para quem gosta da parte técnica, é possível fazer um circuito especial que dá acesso inclusive a uma das turbinas em pleno funcionamento. Mas que é claustrofóbico, tem que é avisado. O calor e a umidade de alguns andares é bem desesperador.

5 comentários:

  1. ola. O macuco é muito radical mesmo? Se não cair na agua tudo bem mas se cair eu morro hheheheheeh

    ResponderExcluir
  2. É bem radical sim. O barco não vira, mas chega tão perto das quedas que o vapor da água molha todo mundo. Além disso, os motoristas (um abaraço Eloi) fazem manobras radicais que as vezes deixam um pedaço do barco debaixo da queda. É tudo bem rápido e todos estão de colete. É bem legal... Divirta-se!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Juliana, já marquei pra ir pra Foz na pascoa, e vou fazer o passeio macuco, tenho uma duvida, tem onde deixar as mochilas e bolsas, ou leva no barco tbm, já que vai molhar tudo?
    Obs: Adorei o blog, parabéns!!

    ResponderExcluir
  4. Tem lugar para deixar a mochila sim. Dois, aliás! Um na bilheteria do Macuco Safari, que é onde entra para o passeio e outro na beira do rio, no local onde colocam os coletes e preparam para sair. Eu preferi deixar no segundo, porque dá para ir tirando fotos no caminho.
    No barco é bem difícil tirar fotos e corre o risco de molhar a câmera. Se você tiver uma câmera a prova d'água é o ideal. Boa viagem!

    ResponderExcluir
  5. Ah, detalhe, tem custo usar os armários. Se não me engano, era 5 reais!

    ResponderExcluir

O que você achou? Tem uma história sobre o assunto? Comente aqui: