terça-feira, 10 de maio de 2016

Estados Unidos: Restaurante tradicionalmente deliciosos

Para quem vai para os Estados Unidos achando que vai comer só hambúrguer, aqui vai uma lista de restaurante para comer bem, sem gastar tanto. Algumas destas redes já estão no Brasil a algum tempo, outras acabaram de chegar. Outras estão na minha lista de "estou doida para chegar por aqui logo".

Olive Garden: Culinária italiana com todo o estilo americana. Essa rede tem uma pãozinho de alho, quentinho, cortesia, que eu comeria todos os dias sem nunca enjoar! Outra cortesia é a salada, servida antes do prato principal escolhidos. O cardápio tem opções bem tradicionais como lasanhas e outras massas e criações próprias como pedacinhos de lasanha frita! Os pratos são grandes e podem ser    divididos tranquilamente. Não posso falara das sobremesas, nunca consegui chegar até elas...
 
Red Lobster: Outra delícia que chegou ao Brasil em 2015, mas infelizmente, sem o mesmo sabor. Especialistas em frutos do mar esse restaurante tem maravilhosas opções de peixes frescos, camarões em várias versões, pratos de lagosta para os amantes deste crustáceo. Também tem um pãozinho, quase um biscuite, amanteigado, delicioso.

Outback: Famoso no Brasil e bem popular nos Estados Unidos, o Outback é uma opção conhecida para quem não quer arriscar. O cardápio é o mesmo, mas se não conhece, prove a costelinha com barbecue que é o cargo chefe da rede. Atenção para pedir tudo com pouco tempero, eles costumam carregar na pimenta para o nosso paladar.

The Cheesecake Factory: Esse restaurante tem uma culinária diversificada e deliciosa, mas os queridinhos são os diversos cheesecakes que dão nome ao restaurante. Toda loja tem uma vitrine super convidativa. O difícil é escolher!!! Já troquei um jantar por um pedaço gigante do meu preferido, o red velvet!


Dica 1: Todos os restaurante terão um menu infantil, mas leve e bem generoso nas quantidades.
Dica 2: Ainda para os pequenos
Dica 3: Água é sempre cortesia e refrigerantes e chás são refil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou? Tem uma história sobre o assunto? Comente aqui: