quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Singapura: As descobertas gastronomicas da amiga Nancy!

Nancy é uma viajante experiente e suas dicas valem ouro! Ela foi para Singapura e voltou com novidades para compartilhar. Espero que essa seja a primeira de muitas contribuições desta amiga que vive pelo mundo.
 
"Quando planejei ir para Singapura, não esperava encontrar um destino gastronômico. Além da influência de diversas culturas asiáticas, há pratos locais e internacionais para atender aos expatriados que vivem nesta moderna cidade-estado. A surpresa foi descobrir que dias antes da viagem duas barracas de comida de rua foram contempladas com uma estrela do Guia Michelin.
Primeiro fui ao Hill Street Tai Hwa Pork Noodles localizado na Crawford Lane, 466 - perto da estação de metrô Lavender. Funciona todos os dias entre 9h30 e 21h, antes de abrir distribuem senhas para organizar a fila. Os preços variam entre cinco e dez dólares singapurenses de acordo com o tamanho. A comida é ótima: a massa é fresca e a carne de porco é servida de diferentes formas, com ou sem pimenta. Vale a experiência, mas o sabor não é tão familiar para os ocidentais.
 
Depois conheci o Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice & Noodle que fica dentro do Chinatown Food Complex. Eles atendem entre 10h30 e 19h, exceto quarta-feira. No final de semana abrem às 8h30. Você pode comprar uma refeição a partir de dois dólares ou um frango inteiro por catorze dólares singapurenses: provavelmente é o prato mais barato do Guia Michelin! Nada sofisticado, porém o frango assado é suculento, o molho gostoso e o arroz foi o melhor que comi na minha vida.

 
Aviso: Não há muitas opções de pratos e as filas são enormes, não é raro a barraca fechar mais cedo porque a comida acaba - principalmente na Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice & Noodle pois muitos singapurenses compram grandes quantidades para levar para casa.


Dica: evite dias festivos ou fins de semana e chegue pelo menos 45 minutos antes da abertura das barracas. Mesmo assim você pode esperar até duas horas para comer, mas vale cada centavo e cada minuto do seu tempo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou? Tem uma história sobre o assunto? Comente aqui: